MAB 225 - Computação II

Laboratório 9 - 10/06/2015

Nesse laboratório vocês irão construir uma interface gráfica para um programa de desenho usando uma “tartaruga” como na captura de tela abaixo. A tartaruga (representada por um triângulo) responde a comandos para andar para a frente e para trás um determinado número de pixels e para virar à esquerda e à direita determinado ângulo em graus. Normalmente quando ela anda ela deixa um rastro, mas ela pode ser comandada para levantar sua “caneta” e não deixar rastro nenhum, ou abaixar a “caneta” e voltar a deixar um rastro quando anda.

Interface da tartaruga

Esse arquivo tem o modelo da tartaruga, e classes para os controles do Tkinter que vocês irão precisar. O modelo (a classe Tartaruga) tem métodos que correspondem aos comandos da tartaruga (frente, tras, esquerda, direita, levanta, abaixa), assim como um método para voltar a tartaruga ao seu estado inicial (reset), e um método para conectar observadores de mudanças no estado da tartaruga (observa).

A interface gráfica possui um grande canvas onde a tartaruga se desenha, uma caixa de texto (use uma instância da classe CaixaTexto fornecida) onde comandos são entrados, e dois botões, um para executar os comandos na caixa de texto, e outro para voltar a tartaruga a seu estado inicial.

Os comandos são dados um em cada linha, sendo que podem haver linhas em branco. Os comandos que movimentam a tartaruga possuem sempre um espaço entre o nome do comando e seu argumento. Comandos errados devem ser ignorados.

As classes fornecidas não devem ser modificadas, o exercício deve ser todo feito definindo novas classes que irão compor a interface gráfica da aplicação.


Última Atualização: 2016-01-31 15:51