Quinta Lista de Exercícios

Introdução

Baixe o projeto da lista, importe ele no IntelliJ, e implemente as funções correspondentes a cada questão do exercício. Depois envie um novo Lista5.zip com as modificações até 16/03/2016, usando esse link.

Questão 1 - Ambientes e escopo

O tipo algébrico abaixo dá a sintaxe abstrata de uma linguagem funcional (chamada dyn) que tem variáveis com escopo estático e variáveis com escopo dinâmico, onde variáveis introduzidas por Let e parâmetros têm escopo estático e variáveis introduzias por LetDyn têm escopo dinâmico. Os valores da linguagem são números inteiros e closures, dados por um tipo algébrico Valor. A linguagem não tem efeitos colaterais.

trait Exp
case class Num(n: Int) extends Exp
case class Soma(e1: Exp, e2: Exp) extends Exp
case class Mult(e1: Exp, e2: Exp) extends Exp
// Testa se a condição é igual a 0
case class If(cond: Exp, ethen: Exp, eelse: Exp) extends Exp
// Funções têm apenas um parâmetro
case class Fun(param: String, corpo: Exp) extends Exp
case class Var(nome: String) extends Exp
case class Ap(fun: Exp, arg: Exp) extends Exp
case class Let(nome: String, exp: Exp, corpo: Exp) extends Exp
case class LetDyn(nome: String, exp: Exp, corpo: Exp) extends Exp

a) Implemente o tipo algébrico Valor.

b) Implemente a função eval dessa linguagem, usando uma semântica de ambientes. Um nó Var é uma variável com escopo estático caso exista uma em escopo, senão é uma variável com escopo dinâmico (em outras palavras, variáveis estáticas ocultam variáveis dinâmicas).

c) Nessa linguagem, uma expressão letrec ainda seria necessária para definir funções recursivas? E recursão mútua? Justifique.

Questão 2 - Continuações

Corotinas simétricas são corotinas em que só existe a operação resume, rebatizada de transfer. Essa operação suspende a corotina atual e começa a executar a outra corotina a partir do ponto onde ela chamou transfer pela última vez (ou do início). Uma corotina chegar ao final sem transferir o controle para outra corotina encerra o programa, e o resultado dessa corotina é o resultado do programa todo.

Faça as modificações necessárias em MicroC para implementar corotinas simétricas ao invés dos geradores atuais. A primitiva coro ainda instancia uma nova corotina a partir de uma função que dá o “corpo” dessa corotina. Uma nova primitiva transfer e avalia a expressão e, e transfere o controle para a corotina referenciada pelo resultado. A corotina principal do programa tem a referência 0.

Questão 3 - Objetos

Objetos e funções de primeira classe são dois lados da mesma moeda. Mesmo a recursão aberta dos objetos pode ser simulada com funções de primeira classe. Por exemplo, o código abaixo mostra uma versão “aberta” da função fatorial, em fun:

let fat = fun (f, n)
            if n < 2 then
              1
            else
              n * (f)(f, n-1)
            end
          end
in
  (fat)(fat, 5)
end

a) Escreva uma função doubler que recebe uma função “aberta” como a função acima e retorna outra função aberta que chama a função passada e dobra o resultado. Se substituirmos o corpo do let acima pela expressão abaixo o resultado do programa deve ser 3840.

let df = doubler(fat) in
  (df)(df, 5)
end

b) Escreva doubler como uma função de objetos para objetos em proto. Assuma que a função que doubler recebe é um objeto com um método apply.

c) Escreva a implementação recursiva tradicional da função fib(n) que calcula o n-ésimo número de Fibonacci como uma função “aberta” de fun e como um objeto de proto. Teste que ela dá os mesmos resultados nas duas linguagens, tanto aplicada normalmente quanto usada com doubler.


Última Atualização: 2016-03-02 17:52